sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Ambição e Bom Senso

Recém adultos necessariamente precisam estudar. É fato. Geralmente eles ainda moram com os pais, mas um dia papai e mamãe vão morrer e nem todo mundo tem "vantagens familiares" no futuro. Basicamente, são todos como eu, miseráveis que precisam trabalhar de qualquer forma.

O foco desse post entretanto não é o trabalho, mas sim, a vocação. Muitos recém adultos não fazem a menor idéia do que fazer. Alguns fazem o que "todo mundo faz" e ficam ricos. (Quimica, Engenharia, Medicina, essas coisas). Outros como eu, que não tem aptidão para isso, se ferram, pois todo o resto simplesmente não dá uma vida financeira legal (tem sortudos que conseguem, mas é utópico achar que existe oportunidade para todos)
Eu por exemplo me dou bem com música. Sempre foi assim, e sempre será. É a unica coisa em que eu sou bom. E isso é uma droga, pois música não tem empregabilidade direito. O famoso Mercado de Trabalho (nããããão) não precisa de músicos, eles são escolhidos aleatoriamente pelo público quando dão certo. É desanimador.
Os cineastas, os pintores, os roteiristas que dão certo geralmente são filhinhos de papai que já tem grana e contatos, e em sua maioria, não tem talento algum. Por isso que hoje temos tanta porcaria na TV.E como o público é burro (sim, o brasileiro é BURRO) ninguém percebe como é ruim.
Malhação por exemplo, com aquelas atuações forçadas ridículas, tramas ridículas, estilo de narrativa ridícula, retratando um adolescente que não existe, faz o maior sucesso. Tá todo mundo rico. E eu continuo pobre.
Enfim, é só um desabafo. Como tantos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário