segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Cheguei!

Que delicia é essa sensação. Não estou em um carro, ou em um ponto de ônibus pegando chuva na madrugada sem saber se a van vai passar ou não, sem incertezas, apenas confortável na cadeira escrevendo um post no blog. Claro que como agora eu sou adulto, nada me abala como antes, e todas essa situações (que vou contar por partes nos futuros posts) foram facilmente resolvidas. Mas foi TENSO.
A primeira coisa que eu fiz quando cheguei foi pular na cama e apagar. Vim dormindo durante todo o percurso de volta, mas foi bem quebrado (parei em 2 cidades diferentes pra chegar até aqui). Acordei meio zonzo, comi algo, e vim escrever.
Fica sim, aquela saudade. E de certa forma, não me arrependo de nada. Foi um reveillon inesquecível, insubstituível. Agora é morrer de rir com as lembranças, boas e ruins.
É, isso tá parecendo corrente de ano novo de Orkut. Boring.
Até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário